“Muito além de colegas, nós somos uma família!” Conheça Débora Werba, instrutora de Pilates do Vitta

Tudo começou com o shiatsu. A técnica também conhecida como “massagem oriental”, tem como foco analisar todo o contexto da vida do paciente, levando em conta sua rotina, alimentação e estilo de vida. E foi através da massagem que a história da fisioterapeuta Débora Werba e a nossa acabaram se cruzando. “Eu comecei a trabalhar no Vitta em 2006. O Mauro, que na época trabalhava com a técnica do shiatsu aqui no Vitta, me convidou para dividir o trabalho com ele, então eu vim, conheci o lugar e logo comecei a trabalhar.”

Graduada em Fisioterapia pela ULBRA, em 2004, Débora sempre se interessou por terapias manuais como o shiatsu e pelo uso do esporte como forma de reabilitação dos pacientes. “Então, quando surgiu o convite da Silvia para atuar com o Pilates aqui no Vitta, tudo pareceu se encaixar”, relembra. E assim, em 2009, Débora iniciou a sua primeira formação no método e a partir daí o interesse pela técnica só cresceu. Acumulando 13 anos de experiência como fisioterapeuta, sete deles dedicados ao Pilates, com diversos cursos na área, uma pós-graduação no método pela UFRGS e a certificação pela Pilates Method Aliance.

Para Débora, a educação continuada e a multidisciplinariedade incentivadas por toda a equipe é um dos principais impulsionadores da boa atuação do nosso time. “O relacionamento aqui é muito bom. Eu acho que muito além de colegas, nós somos uma família. Existe um coleguismo muito grande e um constante trabalho interdisciplinar que faz com que exista muita confiança.”

Já para nós, é gratificante poder contar com profissionais dedicados e que estão sempre em constante aprimoramento, como é o caso da Débora. “Eu me sinto muito segura em estar rodeada por profissionais tão qualificados e que estão sempre se comunicando para prestar o melhor serviço aos alunos e pacientes. Essa comunicação nos transmite muita segurança e aos nossos pacientes também”. Nós é que nos sentimos seguros em ter em nosso time uma profissional como você. Obrigada, Débora!

Deixe seu comentário